Chá

Trago-lhe já

memória em ebulição

na xícara de chá

                                                                                                                                                                            

 



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 15h01
[]



Reflexo

Em meu reflexo

percebo nexo

passado e presente



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 13h17
[]



Abraços

Janelas no verão
Luzes invadem
Abraços abertos



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 09h43
[]



Liberdade

Sobre os muros o sol
pássaros aquecidos
retribuem liberdade



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 13h18
[]



Samba

Na bateria do amor
a nêga samba,
eu choro a cuíca



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 14h18
[]



Poeira



O sol entra pela fresta
e a poeira
faz festa



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 13h14
[]



Marina



toda marina é um porto seguro?
a minha é
eu juro



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 08h39
[]



por bem pouco
o cocô não é
um coco



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 15h26
[]



Bituca



Na bituca do coração
o amor flamejante
se chamava paixão



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 06h50
[]



Idoso

Na fila o idoso tem saudade
da época que não tinha
prioridade



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 14h11
[]



Tempo (versão Pincel)




Abra os olhos e veja
os segundos
são piscadelas do tempo


PS: Isto está parecendo aqueles filmes dos anos 80, que o protagonista chega bem no final dizendo : "Pronto! eu cheguei, deixem comigo!!!"
Eu estou aqui Pena, e voltei, voltei para voltar a ser o pincel de sempre...



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 13h49
[]



Tempo

 

Abra os olhos e veja
os segundos
são piscadelas do tempo

PS: A blogueira que ocupava a metade Pincel abandonou o ofício, aparentemente. Desse modo, a pena acumulou serviço. A pena virou pincel. Seus desenhos podem até causar cócegas, deixar espectadores penalizados. Mas se os traços e cores insistem em não aparecer, as palavras não podem esperar.



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 12h30
[]



Nuvem


As nuvens fazem dieta
Quando chove pesado
andam de bicicleta



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 12h47
[]



Casca


Reler um livro
é como arrancar
a casca de uma ferida



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 12h45
[]



Barriga


Nem me console
Quando neva por dentro
a barriga se encolhe



Escrito por Penas: Pablo. Pincéis: Cris às 12h44
[]



[ ver mensagens anteriores ]




Penas e Pincéis passados
28/09/2008 a 04/10/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
21/10/2007 a 27/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007


Outros sites
Ego Confession
Folhetim